COMO RECONHECER UMA FALSA POMBA GIRA

O TEXTO ABAIXO É DE AUTORIA DE CLAUDIA BAIBICH

Estimados irmãos, vmos tentar deixar mais claro as diferenças entre uma Pomba Gira e uma zombeteira mistificadora. Sobre s Guardiãs de fé encontramos diversos artigos nesse blog:

http://pombagiras.blogspot.com

Passemos então a atuação das kiumbas:

São exibicionistas em seus trajes; demasiado vulgares em seus gestos e atitudes; incentivam as demandas de vinganças; fzem amarrações sem nenhum critério, a qualquer custo; tratam o consulente por tolo, quando o mesmo mostra algum pudor; possuem vocabulário de baixo nível; estimulam e muito os relacionamentos extra conjugais; incentivm o consulente à vantagens financeiras desleais; fazem revelações pouco confiáveis, ou ainda que verdadeiras,  não deveriam vir à tona de modo inconsequente; divertem-se com conspirações e intrigas; fomentam rivalidades que podem ter graves consequências; exigem despachos com entregas de oferendas caríssimas em encruzilhadas e cemitérios; costumam fazer com que o médium consuma doses elevadíssimas de álcool; pedem uma oferenda após a outra, e se o consulente consegue o que quer, aí dele se parar de ofertar; são arrogantes, vingativas, obsessivas, mercenárias e vulgares. Escandalosas, adoram impor medo, contar vantagens e demonstrar um poder acima inclusive, do próprio Deus.

Exigem que seus médiuns sejam verdadeiros escravos de suas vontades. Querem ser tratadas por todos à sua volta como rinhas àcima do bem e do mal.

Nossas protetoras atuam justamente contra esse tipos de espíritos!

Elas são arquetipicamente sensuais e sedutoras, jamais sexuais ou vulgares.

Podem nos ajudar materialmente, mas jamais incentivarão golpes financeiros.

Podem nos abrir os caminhos do amor, mais jamais nos darão um ser humano como fantoche.

Podem nos ajudar a vencer demandas, mais jamais estimularão a vingança.

Podem nos pedir uma oferenda, podem ser vaidosas, podem até ficar coléricas ou irritadas, pois são ainda espíritos à caminho de uma evolução maior, e atuam muito próximos a nós. Porém tudo isso dentro do razoável e sempre respeitando as leis maiores.

As oferendas, as velas, as cigarrilhas, as bebidas e as rosas, n realidade são instrumentos do trabalho magístico que as Pombas Giras  realizam. É a vibração astral desses materiais que fornecem elementos necessários à manipulação e transmutação energética da magia realizada por elas. Então quando pedem uma oferenda, nõ é porque precisam saciar algum desejo de sensações da matéria. Pedem o que necessitam para realizarem um determinado trabalho, sem excentricidades e ingredientes bizarros.

CLAUDIA BAIBICH

www.pombagiras.blogspot.com

kiumba

OS PEQUENINOS DE DEUS

Amigos leitores, agora vamos falar sério, muito sério!

Aderimos a campanha de Claudia Baibich, à qual temos profunda admiração pelo trabalho, e sempre estamos postando seus artigos. Essa campanha em favor da defesa das crianças vítimas de pedofilia e todos os tipos de agressões. Consiste em assumirmos a nossa parcela de responsbilidade social, humana e espiritual frente ao sofrimento de nossos pequeninos.  É equivocado achar que não temos força e nem poder de mudar as coisas, temos sim.

Maiores informações no endereço abaixo

www.claudiabaibich.blogspot.com

Agrdecemos e contamos com vocês.

eed2821865b4c8098e78568bde40764a48324aa2-destaquepedofilia_pedofilia1

“POMBAS GIRAS, MERECEM IMAGENS MELHORES”…

As Pombas Giras costumam serem chamadas de “Moça bonita”, pois bem, achamos de um gosto questionável algumas  representações tridimensionais que encontramos sobre essas “moças bonitas”.

Se elas tivessem tido uma aparência dessas enquanto encarnadas, jamais teriam sido chamadas de moças bonitas!!!

300px-pombagira_rainha03000100009id176_pomba_gira1img0590000055300000556pombagiradocemitc3a9rio116a00d8341c385353ef00e54f660d668834-640wi!

 

 

 

0501

QUE BANDO DE DEVASSAS, VULGARES E SEM CLASSE, AINDA POR CIMA BARANGAS. NÃO AMIGOS, AS MOÇAS BONITAS NÃO SÃO ASSIM, ISSO É UMA OFENSA ÀS GUARDIÃS. OFENSA À SUA DIGNIDADE ESPIRITUAL E AO SEU BOM GOSTO!!!

FONTE: POMBAGIRA, UMA AMIGA!